Teorias ➠ Produção de Salgadinhos 🥣

Teorias ➠ Produção de Salgadinhos 🥣

Hey, tudo bom?

Já parou para pensar como é produzido o salgadinho que comemos no nosso dia á dia? Não, então vamos lá!

Sempre que a fome aperta enquanto estamos fora de casa gostamos de comer algo leve e mais econômico, no sentido de ser mais barato. O salgadinho é uma das opções que escolhemos! No artigo de agora, vamos ensinar para você o modo que ele é produzido.

 

“Os salgadinhos de pacote são feitos em processos automatizados, sem contato manual. As imbatíveis batatinhas, aliás, são as ancestrais mais antigas na breve história dos snacks. A versão mais aceita dá conta que as primeiras batatas fritas em forma de palito saíram das frigideiras da França, no século 17. Em 1853, elas ganharam um novo e delicioso formato, cortadas em fatias finas e crocantes pelo cozinheiro americano George Crum. A fritura manual acabou em 1929, quando o inventor americano Freeman McBeth mecanizou todo o processo. Os outros salgadinhos já nasceram industrializados. Os feitos à base de milho e os que tentavam imitar o gostinho do bacon apareceram nos anos 1950. Os do tipo “nachos” surgiram na década seguinte. Os números comprovam a popularidade dessas guloseimas. Nos Estados Unidos, cada americano manda pra dentro 10 quilos de salgadinho por ano. No Brasil, esse índice gira em torno de 1 quilo por ano. Os salgadinhos podem ser deliciosos, mas são cheios de “calorias vazias” – ou seja, engordam e trazem poucos nutrientes. Pelo menos, sofrem pouco com contaminações por micro-organismos. “O processo de fabricação a altas temperaturas esteriliza o produto”, diz o engenheiro de alimentos Yoon Chang, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).” Fonte Superinteressante.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *